Institucional

Início / CHC Santa Casa / Institucional

palestraO Centro Histórico-Cultural Santa Casa foi criado a partir do Arquivo Administrativo e Museu, setor que compõe o Cedop – Centro de Documentação e Pesquisa – uma Unidade Gerencial da Instituição responsável pela guarda, conservação e disponibilização de documentos. Sua origem remonta o ano de 1986, por iniciativa dos administradores da Santa Casa, que desde 1983 implantavam um novo modelo administrativo, a fim de superar a grave crise financeira pela qual passava a Instituição.

Antes da criação do Cedop parte da documentação encontrava-se em alguns porões dos hospitais, denominado de “Arquivo Morto”. Já a documentação corrente estava em alguns Arquivos Médicos espalhada nas diversas enfermarias e hospitais. Com o trabalho de uma equipe formada por historiadores, sociólogos e arquivistas a documentação começou a ser tratada, organizada e reunida, e em 1987 já existia um Arquivo centralizado.

Em abril deste mesmo ano foi criado o Centro Histórico-Cultural da Irmandade da Santa Casa de Misericórdia de Porto Alegre. Paralelamente, iniciou-se a reunião e organização de objetos utilizados na Instituição, realizando-se algumas exposições temáticas para dar visibilidade ao acervo, e em 1994 foi criado o Museu Joaquim Francisco do Livramento. Também foi inaugurada uma “sala de leitura” em 1989, que passou a receber recursos e ganhou status de biblioteca. A partir de 2005 foram iniciadas as obras de revitalização de 8 casas localizada na Av. Independência com o objetivo de sediar o Centro Histórico-Cultural, inaugurado em 05 de junho de 2014. Um novo espaço para a preservação da memória e incentivo às mais variadas manifestações de expressão cultural.

Enquanto Instituição Cultural tem como condição de exercício de gestão, a sua própria sustentabilidade econômico-financeira e cultural.

Missão
Preservar o patrimônio arquivístico e museológico da Instituição, implementando ações de produção e difusão do conhecimento, bem como de diferentes manifestações culturais, dirigidas à comunidade para exercer seu direito à memória e à cultura.

Visão
Ser reconhecido como equipamento histórico-cultural, referência em sustentabilidade e inovação.

Tradução
[google-translator]
Entre em contato

Não está legível? Troque o texto. captcha txt

Digite e pressione "Enter" para realizar sua busca